Tags

, , , , , ,

Recentemente, uns tipos defensores da monarquia, hastearam a bandeira monárquica na Câmara Municipal de Lisboa. Este gesto perpetuado pelos autores do blog 31 da Armada, representa a vontade de meia dúzia de patos bravos em que Portugal volte a ser uma monarquia.

Eles usam máscaras do Darth Vader, que eu saiba o Darth Vader era o mau da fita, defendia uma pretensa república perseguindo os elementos da Resistência. Eu aconselhava-os a mudar de máscara, pois a publicidade não é boa para eles, mas não devem conhecer o Star Wars. Acho que lhes ficava melhor o Chewbacca, pois tal como a personagem nunca se percebe o que eles dizem, e na sequência do raciocínio o Duque de Bragança podia-se mascara de Han Solo, pois é o único que percebe o Chewbacca. A monarquia é cara, festas para os VIPs e tal, viagens, roupa cara, etc. Quer dizer que eles pensam que o tuga ia pagar isto e ficar contente por dar vivas ao Rei. Quem é esta gente? Devem ser de sangue azul à espera de tacho, só isso faz sentido. Visitem o blog deles e adivinhem quem é o bombo da festa, o Louçã. Eles são um bocado óbvios, não? Reparem na letra da musica deste vídeo.

Esta falta de ideias é patética, isto acontece quando as pessoas não tem ideias para o futuro, quando não tem mais nada para dizer e refugiam-se no passado. Qual é a ideologia deles? São de direita, obviamente, mas que influência iam ter sobre os governos? Qual o papel do Rei? Iam demitir o presidente da república? Mas atenção, pare que a nossa realeza gostou do gesto, D. Duarte de Bragança já mostrou o seu contentamento. Eu até admiro o senhor, pois sacou uma D. Isabel, uma tipa gira e bem mais nova, se a monarquia é para isto, venha ela ! Eu estou a precisar de umas concubinas da corte, a avaliar pela nudez que vai nas revistas portuguesas, a coisa ia ser brava😀. É que os tipos engravatados da direita têm sempre as melhores gajas, faz-me pensar duas vezes na minha ideologia.

Para abrilhantar a festa, o Barómetro de Opinión Hispano-Luso entrevistou 876 pessoas (513 espanholas e 363 portuguesas) e concluiu que mais de 30% dos espanhóis e quase 40% dos portugueses apoiariam uma Federação dos dois países – embora 30% dos espanhóis e mais de 34% dos portugueses se manifestem contra. (Artigo)

Qual é a ideia? Juntar Portugal a Espanha? E quê? Passávamos a ganhar o salário deles? As reformas deles? E na escola? Era espanhol que se aprendia? Ou íamos ter mais um País Basco com os 31 da Armada a fazer de ETA, detonando bandeiras pelas janelas a pedido do D. Duarte “Scolari” de Bragança? Esta história de juntar Portugal com Espanha não faz sentido nenhum, só pode ser dito por quem não conhece o outro lado. Nós não temos nada a ver com os espanhóis, somos completamente distintos! Nunca funcionaria, ia ser uma balbúrdia. Somos muito mais moderados em termos ideológicos, não nos íamos adaptar à política espanhola, mas isto é o menos. A nossa forma de viver é muito diferente. Temos uma identidade que não se coaduna com a dos espanhóis. São dois países diferentes. Concentrem-se em pensar como valorizar aquilo que os portugueses têm e deixem-se de tretas.

Ainda bem que estes gajos aparecem, sempre animam a pessoal, esta pato-bravice é profissional. Assim as noticias vão tendo momentos de humor quando estes gajos aparecem, é que já tou farto de ver a Manela a dar na cabeça do Sócrates e vice-versa, mientras os outros gravitam à volta desses dois.

Como dizia um ilustre professor meu do secundário -“Ide jogar pau c’os ursos!!”.