Tags

, , , , , , ,

Depois de ter visto o trailer, fico com grandes esperanças neste filme. Porquê? Não me pareceu uma americanice. Não me parece que seja mais um Independence Day ou qualquer coisa assim, com o presidente dos EUA a pilotar um avião e matar aliens. Uma patetice de Domingo à tarde. Este não me parece assim. O realizador, Neill Blomkamp, é natural da África do Sul, e o filme passa-se lá, em Johannesburg. O que é perfeitamente normal, é que a preferência doa aliens pelos EUA é um bocado estranha.

Este filme lida com xenofobia e discriminação, com base no medo, ignorância e desconhecimento. A história é inspirada em eventos acontecidos em District 6, na África do Sul durante o apartheid. Eu já estive a ler o plot do filme, não quero ser spoiler, aquilo que li agrada-me muito. O que posso dizer é que se trata de um filme sobre uma raça alien que chega à Terra por acidente, e depois são postos num campo de refugiados. É um verdadeiro filme de sci-fi, onde acima são discutidas questões morais e éticas. Não se pense que o sci-fi são naves e lasers, isso é apenas uma desculpa para discutir questões da humanidade em contextos diferentes, com variáveis que ainda não consideramos. Como por exemplo a convivência com uma espécie inteligente diferente, a vida após um cataclismo, humanidade num futuro com recursos tecnológicos extremamente avançados, etc. Veja-se o caso do Matrix ou Blade Runner.

Para se ter uma ideia mais concreta sobre a fabulosa história deste filme, aconselho a ver a seguinte curta-metragem, Alive in Joburg. Serve como prólogo. Os aliens assumem o papel de refugiados que reclamam pelos seus direitos. Foi realizada pelo Neill Blomkamp, e trouxe-o à ribalta. O produtor do District 9, Peter Jackson, certamente agradado com a mesma, ofereceu-lhe 30 milhões de dólares para ele fazer o filme que quisesse. E aí está, com potencial para ser o melhor da década. Vejam a curta-metragem, é muito boa.

PS: Este realizador, Neill Blomkamp, trabalhou num filme que ainda irá estrear nos próximos anos, o Halo. Quem conhece o jogo sabe do que estou a falar, caso contrário é mais sci-fi sobre aliens. Mas o projecto colapsou. Antes o Guillermo Del Toro esteve envolvido, mas também não foi avante. Sei que o Peter Jackson é o director executivo.