Tags

, , , , , , , , , , , ,

O pensador italiano Umberto Eco, publicou recentemente um artigo onde discute a pobre caligrafia do estudantes hoje em dia. identificando várias razões para isso, computadores, SMS’s, etc. Esse artigo encorajou-me a pesquisar sobre esta arte que tanto me interessa.

Essa pesquisa levou-me de imediato para o expoente máximo dessa arte , a caligrafia árabe. São impressionantes as variações no estilo e forma. Mas antes do desenvolvimento da caligrafia árabe, no Antigo Egipto já se criavam obras de artes absolutamente fascinantes. Eles utilizavam pictogramas, símbolos que representavam objectos ou conceitos. Para ser correcto já os antepassados do Homem o faziam nas paredes das cavernas, com as pinturas rupestres.

Mas foi no Antigo Egipto que a representação por pictogramas se desenvolveu e deu origem aos famosos e fascinantes hieróglifos. Estes representavam palavras ou sons, por exemplo, a palavra nadar era uma pessoa a nadar. Conceitos abstractos como amor, teriam de ser representados pelo som de palavras homógrafas. Esta é uma explicação grosseira, quem se interessar por isso deve consultar artigos da especialidade. Eu quero apenas contextualizar.

Foram decifrados por Champollion em 1822, quando encontrou a Pedra da Roseta com inscrições em várias línguas, entre elas o latim juntamente com os hieróglifos, o que permitiu perceber o significado dos mesmos.

2007051900_blog.uncovering.org_letras_artes_caligrafia_arabe_Mustafa-Halim

No mundo Árabe a caligrafia não é apenas para representar ou transmitir ideias, é uma forma de arte. O que distingue estas imagens que se podem ver (abaixo e acima) de caligrafia normal é apenas uma, beleza. Para mim é argumento suficiente. Algo escrito nestes termos reveste-se de um significado diferente, pelo dedicação que mereceu. Era uma “técnica espiritual”.

A caligrafia otomana começou a desenvolver-se com a imigração dos Turcos para países de cultura Islâmica, como o Afeganistão e Irão (é bom poder falar destes países por razões positivas…). Converteram-se ao Islamismo, resultando disto o abandono da sua forma de escrita e adopção das formas árabes. Dada a sua criatividade, levaram a coisa mais longe.

O desenvolvimento da caligrafia árabe levou à criação de vários estilos decorativos, que foram pensados para satisfazer necessidades especiais, gostos pessoais, para agradar ou impressionar os outros. As técnicas mais notáveis são o Gulzar, Maraya ou Muthanna, Zoomorphic, Siyaqat, e al-Khat-Hurr. Mas sem dúvida que o Zoomorphic é o mais espectacular, com resultados absolutamente incríveis, dignos de apreciação. Eu não conhecia, e indago-me depois de ter descoberto estas obras-primas, que mais coisas é que eu desconheço neste mundo. è motivo para continuar a pesquisar sem parar, há tanto para saber e ver.

Neste tipo de escrita, as palavras são disposta de forma a criar uma ilusão óptica, de parecer de um animal. Não vale a pena dizer mais nada, as imagens falam por si.

Não foi só no mundo Islâmico que a caligrafia era respeitada como uma arte. Na China foi e ainda é muito importante. Há trabalhos absolutamente incríveis. Na China Antiga, a caligrafia, chamada de “Shu Fa”, era usada como um critério de selecção dos executivos do tribunal Imperial, pois era algo de muito pessoal, dizia muito de uma pessoa.Era algo que exigia precisão, era permanente e incorrigível, exigia planeamento. Tais atributos eram exigidos aos executivos. Controlando a espessura da linha, quantidade de tinta e qualidade de absorção do papel, era possível ter uma infinita variedade de formas e estilos.

É preciso ser justo e fazer uma referência ao trabalho feito pelos monges copistas na Era Medieval, copiavam manuscritos completos, frequentemente a Bíblia, decorados com belas ilustrações. O que me fascina mais, é que cada livro é único, personalizado.

Referências:

http://pringzter104.wordpress.com/2008/05/26/calligraphy/

http://bibliodyssey.blogspot.com/2006/06/zoomorphic-calligraphy.html

http://purl.pt/107/1/P83.html

http://www.artsuppliesreview.com/calligraphy/the-root-of-lettering

http://www.calligraphy.mvk.ru/en/?idx=69&sw=p

http://calligrapher.blogsome.com/

http://www.islamicart.com/main/calligraphy/index.html

http://www.asiawind.com/art/callig/Default.htm