Tags

, , , ,

Este é um livro que me atraiu a atenção. Li o primeiro capítulo e fiquei extremamente interessado em ler o resto do livro. Pode ser encontrado aqui em português do Brasil. Outro excerto, em inglês, aqui. Também para ler alguns excertos no Google Books.

O Richard David Precht é um jovem filósofo alemão (terra pródiga em grandes pensadores). Este livro que escreveu é uma viagem através da filosofia, onde são abordadas questões sobre a vida. O que é a verdade? Como eu sei quem eu sou? Por que eu devo ser bom? No primeiro capítulo, o autor faz uma entrada a “matar”, citando Friedrich Nietzsche e as suas considerações sobre as limitações do ser humano, no que toca ao seu limitado conhecimento do mundo, apenas sabemos aquilo que as nossas sensações nos permitem saber.

“O mundo, meu fiilho”, explica o peixe pai
ao peixe filho no aquário, “é uma grande caixa cheia de água!”.
O olhar implacável de Nietzsche sobre a filosofia e a religião
mostrou o quanto a maioria das auto definições do ser humano são
exageradas.

Esta é uma passagem do primeiro capítulo. Hei-de comprá-lo e recomendo a sua leitura.