Tags

, , , ,

Acho que todos concordam que Barack Obama é uma personagem política única,mas não será um bocado cedo para lhe atribuir o Nobel da Paz? Isto parece-me claramente político. Uma manifestação de apoio claro a uma pessoa que entusiasma pelos seus ideais, um presidente dos EUA que a Europa gosta, ao contrario do seu antecessor G. W. Bush. Esta “Obamania” é contraproducente, como já vi algures, “por este andar ainda vai ganhar o concurso da Miss Universo..”.

Os argumentos da Academia para esta eleição foram, entre outras, “o combate às alterações climáticas” e a afirmação na oposição à “proliferação das armas nucleares” (in JN) . Parece-me algo de absolutamente fundamental, mas isto ainda não foi conseguído. Parece-me precipitado. Uma pressão adicional para juntar àquela que já existe, ao fazer de Obama uma espécie de “D. Sebastião” à escala global. O salvador que trará paz e prosperidade ao mundo. Certamente que o presidente dos EUA têm muito poder, mas não depende só dele. Eu espero que o fortaleça, que faça dele uma referência ainda mais forte na diplomacia internacional, especialmente no Médio-Oriente.

Concluindo, agrada-me que Obama receba este prémio, mas não agora.  Nesta altura é simplesmente política.