Tags

, ,

beautiful

BeautifulPeople.com, esta é uma rede social que se assume sem hipocrisias. O conceito não bonito, mas as pessoas que fazem parte da mesma, certamente o são, pois só aceitas os bonitos, os feios não entram. O objectivo é juntar as pessoas bonitas, promover encontros entre as mesmas para que não tenham a desagradável surpresa de encontrar um “gronho” pela frente em encontros. O seu fundador, Robert Hintze, não podia ser mais explícito: “Os outros sites são selvas de hipopótamos e bodes. O BeautifulPeople.com é uma reserva de caça magnífica de leopardos e gazelas.” (Artigo onde está a notícia). Qualquer um se pode inscrever, é avaliado por pessoas do sexo oposto e corre o risco de ser enxovalhado e não ser aceite nesta maravilhosa pérola da internet. Reparem nestas vantagens:

Vantagens de ser belo
Exclusivo para membros
•  Acesso a festas e a eventos do jet set
•  Abordagens por empresas de cinema e televisão que usam o site
•  Contratos potenciais com agências de modelos que usam o site
•  Acesso a redes profissionais através de parcerias com empresas de topo

Estatísticas dos membros
•  Desde que começou, o site deu origem a “10 mil relacionamentos”
•  Destas relações nasceram “400 bebés bonitos”.  Artigo

Pessoalmente apoio esta ideia. Nunca me inscreveria, sei qual ia ser o resultado. Não há hipocrisias, as cartas estão todas em cima da mesa. Sem rodeios, não há cá “a beleza é relativa”. Ou se é bonito ou não. Juntem-nos todos e deixem-se de tretas, até deviam andar com um crachá a identificá-los “Se vens falar comigo pensa duas vezes…”, assim já se ficava a saber que tipo de pessoa é. Assim dividia-se o mundo em dois, os que são aceites no site e os outros. Eu como estou no segundo grupo, só vejo vantagens em identificar estes amantes da futilidade, por mais que me fascine a beleza, se uma tipa não é intelectualmente interessante, perco o fascínio. Isto é um cliché normal que os feios frequentemente usam como argumento, para justificar os seus insucessos nas tentativas de conquistar pessoas bonitas. A beleza é incontornável, é uma qualidade que têm um fascínio inexplicável. Eu não afirmo que as pessoas que frequentam essa rede sejam fúteis, pouco inteligentes e incultas, mas a probabilidade é grande.

Dadas as vantagens comerciais que esta rede pode ter, faz todo o sentido quer alguém queira tirar proveito da sua beleza. Dá dinheiro e podem-se conhecer pessoas bonitas.

Chegado a este ponto, eu tenho uma enorme vontade de dizer que isto é patético, devem ser as pessoas mais egoístas do  mundo, a futilidade e a superficialidade deve ser palpável perto desta gente. A coisa mais ridícula que já ouvi na minha vida. Existe uma coisa chamada Photoshop e afins, eles devem saber disso, mas não sei como fazem a distinção. Qual é o conceito de amor desta gente? Vão ficar com alguém apenas porque é bonito? Estão à espera de encontrar pessoas confiáveis e capazes de se esforçar numa relação? E falam de quê? O último grito em botox? Perfumes, batôns?! Isto é apenas demagogia da minha parte, uma coisa não implica a outra. Pode-se ser inteligente e bonito. É uma bênção da natureza, profundamente injusta aos olhos de quem não foi abençoado, mas nestas coisas não há o conceito de justiça.

Vou ser racional. Gostava de poder ser aceite nessa rede. Não me considero fútil por isso. A beleza é a obsessão da humanidade. Eu não avalia as pessoas apenas por isso, nem de longe nem de perto. Mas gostaria de fazer parte. Só pelo ego, pois quanto ao resto, tenho uma certa aversão por esse mundo.

E muito mais há a dizer sobre beleza. O que resume aquilo que penso,  é que à beira do estojo de maquilhagem deve estar um livro, e não o da Paula Bobone…