Tags

, , , ,

A revista Playboy homenageia Saramago, com uma capa onde se vê Cristo rodeado de mulheres nuas ao lado do título do livro dos escritor “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”. E claro, deu barraca. Aqui, aqui e aqui.

Esta é uma das melhores, talvez a melhor, capa de uma revista que pretende quebrar tabus. Fugir ás normas que nos impõem, desde há séculos e que ninguém sabe muito bem explicar.

A imagem de Cristo com uma prostituta, é a mensagem mais forte da Bíbila, a história de Maria Madalena. A integridade de um homem, e a  hipocrisia de quem a julga e deseja ao mesmo tempo. Saramago trata destes conflitos nos seus livros, e parece-me que foi isso que esta edição da Playboy tentou transmitir.

Os responsáveis da Playboy nos EUA, não gostaram desta edição da revista, e ameaçaram rescindir o acordo coma edição portuguesa. Perderam uma oportunidade de estarem calados. Atiraram as primeiras pedras, eles, os pecadores. Isto nos EUA, nunca poderia ser publicado. Em terras lusas já estamos habituados a estas coisas, e ainda bem.

Não me vou alongar neste assunto da repressão sexual, ao qual as criticas a esta capa estão relacionadas, merece uma reflexão mais profunda.