Tags

, , , , , , ,

O comunicado do agora, ex-baterista dos Dream Theater, pode ser lido aqui.

As razões dele são as de sempre, “Já estou aqui há muito anos, adoro isto, adoro o pessoal dos DT, mas está na hora de fazer outras coisas”. É perfeitamente legítimo, mas os fãs da banda, aqueles que já ouvem aquela bateria há muitos anos, ficam sempre em choque. Há gente com qualidade para o substituir, mas ele não era simplesmente o baterista. Era membro fundador, e preponderante na composição e orientação da banda.

Vou ser muito honesto, ficava verdadeiramente triste, se fosse o guitarrista, John Petrucci a abandonar.

O Portnoy esteve envolvido em outros projectos, começou a afastar-se dos DT. Um deles são os Avenge Senfold, sinceramente, trocar DT por eles, é só mesmo por mudar de ares. São bons, mas ficam muito aquém de DT. Seja lá como for, os bons músicos não se acomodam, é preciso explorar outras sonoridades, trabalhar com pessoas diferentes, para melhorar.

Vendo por outro lado,  Dream Theater também estão a precisar de uma lufada de ar fresco. Um novo baterista pode marcar uma nova fase. O Neil Pert era uma boa opção…😀