Tags

, , , , , , , , , , , ,

O Stevie Ray Vaughan foi um lendário guitarrista de blues, não vamos entrar em comparações, pois um BB King, um Albert Collins, um Gary More ou um Peter Green, são muito diferentes e todos eles tocam a mesma escala de 5 notas para trás e para frente.

Estas histórias acabam sempre da mesma maneira, um tipo novo, talentoso, com uma carreira já repleta de clássicos, um acidente na viagem para um dos concertos. Morreu aos 36, em 1990.

Muito agressivo na forma de tocar, pareciam blues coma  rouquidão de uma garganta habituada ao bagaço. É um cliché dizer que tem influências de Jimi Hendrix, quanto mais não seja pela quantidade enorme de covers que ele tem do eterno número 1. Mas no estilo, no ritmo, as influências são claras.

A incontornável “Texas Flood”

Esta é a sua famosa Stratocaster vintage, uma guitarra linda, com um aspecto muito rústico.

Não consegui encontrar uma versão melhor, mas o riff inicial da “In The Open” é pleno de ritmo.

ps: A banda do Lado B estava a tocar Black Sabbath quando entrou o Emanuel, o riff que melhor caracteriza um vómito,  a “Electric Funeral”.