Tags

, , , ,

Ontem no Coliseu do Porto, estive no comício do Bloco de Esquerda, o último da campanha, antes deste cómico dia de reflexão. Sim, não arranjei nada melhor para fazer numa sexta-feira à noite. Sim, cómico, porque depois da histeria nas televisões com imagens de arruadas e berros dos candidatos, e respectivos apoiantes que nestas alturas lá aparecem  (tenho pena de ver o Mário Soares ao lado do Sócrates), surge o dia de reflexão, em que ninguém se pronuncia.

Vestimos a cara com aquele ar grave e solene, tão próprio da política, e decidimos após uma profunda reflexão, com base nos esclarecimentos que nos foram prestados pelos candidatos, ao lado de uma bancada cheia de carapaus, no mercado do Bolhão.

Sentei-me na fila de trás, e ao meu lado, durante o intervalo dos directos, enquanto não faziam aquela cara séria e a voz bem colocada, as jornalistas divertiam-se como teens, a tirar fotos umas ás outras nas mais diversas posições, tipo aquelas que vão para o facebook.

De modos que foi isto, o resto, são os candidatos pelos mais diversos distritos, alinhados pelo mesmo discurso. As bandeiras no ar, e uma senhora que estava à minha frente, tinha um entusiasmo particular no abanar das mesmas.