Tags

,

Estava a ver o MasterChef, uma espécie de Ídolos do sarrabulho, sim, eu sei, é sábado à noite, sou solteiro e estou em casa a ver televisão e a escrever no portátil, daqui a 20 anos estarei a dar trabalho a algum psiquiatra, ou talvez a um humorista.

Em relação ao MasterChef, mais uma vez, um gajo que ninguém conhece de lado nenhum,  procura protagonismo fazendo o papel de mau. “tecnicamente, tá muita bem feito”, disse ele. E pronto, temos o Jorge Jesus das batatas cozidas.