Tags

, , , , ,

A minha paixão pela guitarra nunca teria o mesmo fervor se nos meus ouvidos não zunisse o rasgueado de Paco de Lucia nos braços finos de uma guitarra de flamenco. Francisco Sánchez Gomes, filho da portuguesa Lucia Gomes, se não me fica mal a referência à lusitanidade que lhe correu nas veias.

O timbre agreste, profundamente anguloso e sibilante, a doçura dos bordões, a pose elegante e majestosa de Paco, como se freasse com autoridade a paixão que as cordas primas apenas correspondem aos designados.

2014 é um ano de epitáfios contínuos, uma procissão fúnebre dos monstros sagrados de século passado, que lhes guardemos as memórias.

Daqui.