Tags

, , , , , ,

A falta de sentido de humor não se restringe à incapacidade de reacção dos músculos faciais perante o deformar satírico das coisas. É um síndrome de desumanização.

Rir é o respirar da nossa evolução. O riso é a roda da criação.

A liberdade é mais do que esse conceito teórico que enfeita os livros com aspirações à elevação; neste continente velho, a liberdade é hoje uma fronteira física, assim como rir, fazer e saber rir, são fronteiras terrestres claras e definidas.

A liberdade é essa contradição que permite em seu nome, ser ela mesma violada num cúmulo que apenas pode ser mitigado pela auto-restrição. Vai ser constatada essa incontinência quando se descortinarem as mais espalhafatosas causas ou se recomendarem as mais execráveis curas.

No dia em que o Hubble nos recorda os pilares da criação, lá nos céus mais inalcançáveis, somos atropelados pelos primórdio reptilianos da sociedade. Na realidade, esta pulsão vive sobre a pele como um verme que se alimenta do medo cultivado pelo hospedeiro.

Vivamos livres, julguemos em liberdade.

Cartoon retirado do twitter R.L. Oppenheimer.

Aqui.