Tags

, , , , ,

Acho que foi o Virgílio Ferreira que escreveu algo remotamente semelhante a isto: “provincianismo é acusar de provincianismo”. São as críticas médias feitas a Rui Rio, recorrendo-se àquela expressão vaga de “não tem mundo”, o que é extraordinário quando o candidato em causa é o único que, apesar da falta de sofisticação retórica – nada que vá abalar os eleitores, tendo em conta a amostra -, apresenta uma capacidade efectiva de realização. É hilariante elogiar-se Santana, em detrimento de Rio, quando se denigre o segundo por se sentir mais à vontade na área económica, pensar contra a corrente, em vez de demonstrar as qualidades que parecem ser as únicas de Santana: gostar de câmeras de TV, debates, e saber dar caneladas.

Santana vai ganhar, parabéns ao PS.

ps: e o body shaming a ambos os candidatos por causa do cabelo e da “falta de juventude”? Há tag para isto?